Proponente(s)
Martinho Mendonça de Freitas
Data criação
24-02-2022 04:32
Data atualização
22-09-2022 09:35
Municipal
Proteção Civil

Município(s):
Santana
Prazo (número de meses):
0
Orçamento (€):
48.100,00
Título da Anteproposta:
Equipamentos de Socorro e Emergência - BVS
Descrição da Anteproposta:
A constituição da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Santana, a 8 de dezembro de 1984, teve sempre como objetivo primordial a criação de um Corpo de Bombeiros Voluntários em Santana, formalizado em 1989 e com o justificativo de a “ distância com os bombeiros mais próximos, 27 km para Machico e 40 para os do Funchal, e que em termos temporais qualquer uma das duas citadas corporações não demorava menos de 2 horas a chegar ao centro da freguesia sede de Concelho, o que não garantia a prontidão e o socorro que as populações de Santana tanto necessitavam”. Ultrapassada esta condicionante e instalado o Corpo de Bombeiros Voluntários de Santana, em dezembro de 1989, desde logo a sua prontidão salvaguardou vidas e bens dos habitantes e de transeuntes no Concelho. Durante mais de 30 anos coube ao Governo Regional da Madeira e à Câmara Municipal de Santana criar as condições necessárias para dotar este Corpo de Bombeiros dos recursos humanos e materiais para que se efetivasse, em segurança e com profissionalismo, as missões que lhe estão dedicadas. Tal aspiração proporcionou, ao longo dos mais de 30 anos, a constituição de XIII escolas de Bombeiros que formaram mais de 200 bombeiros, 55 dos quais colaboram, ainda, com o Corpo de Bombeiros. Para a operacionalização da missão do Corpo de Bombeiros foram adquiridos, ao longo dos anos, equipamentos de proteção individual e veículos destinados aos vários teatros de operação, ao mesmo tempo que apostava na formação profissional dos bombeiros, preparando-os para uma proficiente intervenção nas mais diversas áreas do socorro e emergência. Os Bombeiros Voluntários de Santana estão apetrechados com a formação, os equipamentos, as instalações e os veículos que permitem encarar a prestação do socorro e emergência com a confiança necessária à eficiente prestação do serviço. Contudo, o mundo moderno comporta uma cada vez mais rápida e constante mudança que diversifica os riscos naturais e tecnológicos. Tal, obriga os responsáveis operacionais a uma resposta pronta e eficaz face às novas dinâmicas e incidências cíclicas do risco. Pelo supracitado e tendo em conta a evolução tecnológica e a necessária adaptação e atualização dos equipamentos do Corpo de Bombeiros de Santana, propõe-se a aquisição de diversos equipamentos que abarcam as várias áreas de intervenção. Na área do desencarceramento é intenção a aquisição de plataforma de resgate, e ainda ferramentas elétricas para auxiliar na remoção de componentes dos veículos, sendo estes utensílios e equipamentos indissociáveis à eficácia e eficiência das missões. A central de comunicações tem, na estrutura do serviço operacional, uma função primordial. A qualidade e prontidão do serviço prestado depende diretamente da sua ação. A presença de equipamentos e programas de análise e de apoio tomada de decisão são imprescindíveis à otimização do empenhamento dos meios, e podem, em casos extremos, ditar o sucesso ou insucesso das missões e colocar em risco vidas humanas e bens materiais. Está previsto a aquisição modernização informática com aquisição de diversos equipamentos e programas que melhorem a atividade do Corpo de Bombeiros não só central de comunicações, como também, na melhoria das condições da sala de formação e instrução. Na área dos incêndios urbanos e industriais, solicitamos a aquisição de lanternas Adalit L3000. Pela sua natureza e âmbito geográfico de intervenção, e tendo em conta o crescente índice de utilização dos percursos pedestres/levadas, resultante do crescimento turístico que se tem revelado na Região Autónoma da Madeira (RAM), importa dar uma resposta operacional mais rápida, mais eficaz e eficiente às solicitações cada vez mais frequentes. Dada a especificidades destes serviços e ao desgaste rápido dos equipamentos empenhados urge a sua substituição, nomeadamente, as macas de resgate e transporte, cordas, roldanas, placas de distribuição entre outros equipamentos coletivos, acautelando-se, por esta via, a segurança dos operacionais e dos acidentados. Importa também mencionara necessidade de carater geral, como uma máquina de lavar roupa e um atrelado multiusos (< 750kg) de modo a possuir uma ferramenta que permita transportar qualquer tipo de equipamento de reforço, necessário e imprescindível, nas missões de apoio e logística, num determinado teatro de operações. A proposta de aquisição, descrita sumariamente neste anteprojeto, visa a melhoria considerável da segurança, do conforto e a permanente adaptação aos novos riscos, exigências e desafios de forma a ser dada uma resposta pronta e eficaz, com o objetivo de evitar ou diminuir a perda de vidas humanas e bens.
Outra Informação Relevante:
-
Estado do Projeto:
proposal.
Documentos anexados