Proponente(s)
Décio Henrique Marques Silva
Data criação
11-09-2019 18:37
Data atualização
19-10-2020 16:13
Supra Municipal
Desporto

Município(s):
Calheta , Ponta do Sol , Ribeira Brava
Prazo (número de meses):
12
Orçamento (€):
500.000,00
Título da Anteproposta:
Pista patinagem de velocidade na zona Oeste da Madeira – Calheta, Ponta do Sol e Ribeira Brava
Descrição da Anteproposta:
Calheta, 11.set.2019 Construção de uma pista para a prática da modalidade de patinagem de velocidade na zona Oeste da Madeira – Calheta, Ponta do Sol e Ribeira Brava. Fundamentação: A prática regular de desporto, por parte das crianças e jovens, não só previne problemas de saúde como também alguns problemas psicológicos e sociais. Este tema tem sido alvo de estudo, há vários anos, principalmente porque combater o sedentarismo a obesidade infantil se tornou um dos desafios de saúde pública do século XXI. Ao estarem integrados numa equipa, as crianças aprendem a valorizar a cooperação/trabalho em equipa, o respeito por todos, o empenho; pois aprenderão que para se atingir um determinado objetivo é necessário muito trabalho, esforço e dedicação, e a derrota; pois nem sempre se ganha, tal como na vida nem sempre tudo corre bem. Com base nos estudos realizados, que comprovam o exposto, tem sido cada vez maior a preocupação, por parte dos pais, educadores, profissionais de saúde, desportivas e entidades governamentais, fomentar a prática desportiva desde tenra idade. Assim, à semelhança de outras regiões, a Madeira tem assistido a um aumento gradual da prática desportiva, em regime extraescolar. A patinagem de velocidade tem sido, na última década, uma das modalidades que dá destaque à Região Autónoma da Madeira, quer pelos títulos nacionais e internacionais obtidos por atletas dos vários concelhos, nomeadamente Calheta e Ponta do Sol. Esta modalidade iniciou-se com um pequeno grupo de atletas dos diferentes clubes, tendo vindo a crescer gradualmente, atingido um número aproximado dos 500 praticantes, subdividindo-se nos vários escalões: desde formação, transição e competição, dos quais 250 são federados. De referir que existem, atualmente, 7 clubes praticantes, algumas escolas de formação e a modalidade é praticada no âmbito do desporto escolar. Neste momento destacam-se atletas com estatuto de alto rendimento e de elevado potencial. De realçar que, apesar de se registar alguma oscilação no número de praticantes da modalidade, o grupo de competição aumentou, o que é um indicador da fixação/compromisso dos atletas à modalidade. Associados à cariz social que o trabalho nesta modalidade tem visto reconhecido, estão os resultados desportivos quer a nível regional, nacional e internacional. Os atletas do grupo de competição têm alcançado vários títulos, o que engrandece o nome da Região Autónoma da Madeira. De realçar que, destes atletas, 8 integraram a seleção nacional da modalidade, e representaram Portugal no Europeu 2019, que se realizou em Pamplona – Espanha, e a competição Challanger, que ocorreu na Bélgica. Nestas tão grandiosas competições quatro desses atletas foram medalhados, tendo um deles conseguido sagrar-se campeão europeu. Porém, nem tudo está a favor da continuidade de formação que esta modalidade tem conseguido manter pois falta-lhes o mais importante… A PISTA. É certo que já existe uma na região, mas localiza-se num dos extremos da ilha, mais concretamente na costa Norte, o que leva os atletas da costa Oeste a uma deslocação de cerca de 2 horas (ida e volta), e os obriga a ter disponibilidade de transporte. Sendo assim, grande parte dos praticantes ficam impedidos de evoluírem, pois, não têm como patinar/treinar numa pista apropriada. A construção de uma pista na zona Oeste mais concretamente nos Prazeres, possibilitará a continuidade de formação das crianças e jovens, o aumento do número de atletas no grupo de competição, e melhorará as condições dos mesmos enquanto estudantes, pois será mais fácil conciliarem os estudos com a prática desportiva, dispondo de mais horas livres para estudarem. Poderá, também, ser um bom motivo para fixar os jovens aos concelhos da Calheta, Ponta do Sol e Ribeira Brava, que contam atualmente com clubes praticantes da modalidade. Esta pista servirá e possibilitará a concretização de competições regionais, nacionais e internacionais, o que envolve sempre a deslocação de pessoas à Região, logo fará movimentar o comércio e a hotelaria aumentando a economia local. Posto isto, temos a agradecer a possibilidade de expor a nossa ideia, certos que a tomarão em consideração, com o sentido de melhorar as condições para os nossos jovens. Atenciosamente Maria João Abreu e Décio Silva
Outra Informação Relevante:
-
Estado do Projeto:
Em execução
Documentos anexados

Evolução do Projeto

Abertura de concurso público

Concurso público lançado a 01/09/2020
Valor Base: 670.000,00€ + IVA
Entrega de propostas até dia 22/09
Abertura das propostas dia 23/09

Fase inicial

Processo instruído para posterior lançamento de concurso da obra.